Criptografia de dados: saiba o que é e a sua importância para as empresas!

Uma das maiores preocupações das empresas atualmente é proporcionar a segurança da informação e garantir que os dados estão sendo armazenados em um ambiente seguro, protegidos contra o ataque de terceiros mal intencionados e cibercrimes de um modo geral.

Nesse sentido, o uso da criptografia de dados é uma ótima alternativa para garantir a proteção de ativos valiosos da empresa e permitir que apenas os usuários autorizados portem as chaves de acesso para conseguirem acessar e visualizar o conteúdo dos arquivos.

De qualquer forma, é essencial entender mais sobre o tema para escolher qual o tipo de tecnologia se encaixa melhor nas necessidades da sua empresa. Quer manter a segurança e a privacidade dos dados do seu negócio?

Neste post, vamos explicar o que é criptografia de dados, como ela pode ser feita e por que vale a pena realizar esse processo. Continue a leitura!

O que é a criptografia de dados?

A criptografia de dados é uma técnica que envolve a construção e a análise de códigos sequenciais, com o objetivo de proteger informações e garantir que somente o emissor e o receptor da mensagem tenham a capacidade de entender o seu conteúdo. Ou seja, o acesso por terceiros não é permitido.

Essa estratégia de segurança utiliza códigos inteligíveis para garantir a proteção das informações, de modo que a mensagem fique embaralhada, e somente usuários autorizados com a chave de segurança possam decifrar o código e ter o protocolo de acesso. Ou seja, devido à codificação da informação, apenas o emissário e o destinatário conseguem entender o seu conteúdo.

As chaves de segurança são compostas por algoritmos matemáticos que geram uma longa sequência de caracteres distintos e inteligíveis. Geralmente, quanto maior o número de caracteres, mais segura estará a informação. Afinal, invasores mal intencionados terão mais dificuldade em descriptografar o conteúdo.

Qual é a importância da criptografia de dados?

A criptografia de dados é um processo que reduz os riscos de que terceiros tenham acessos a conteúdos importantes. Atualmente, as empresas contam com informações valiosas, e muitas vezes confidenciais, sobre suas operações financeiras, cadeia de fornecedores, capital investido, informações pessoais sobre os clientes etc.

Esses dados podem ser considerados verdadeiros ativos para os negócios. Portanto, necessitam ser mantidos em máxima segurança.

Quais são os principais tipos de criptografia?

É importante que a escolha do melhor tipo de criptografia para a sua empresa leve em conta a segurança e a necessidade de proteção dos dados. Confira, a seguir, as principais modalidades de criptografia existentes no mercado.

Criptografia assimétrica

Esse tipo de tecnologia utiliza um sistema de “par de chaves”, ou seja, há uma chave pública que é direcionada para a criptografia da informação, enquanto a outra chave é privada e usada para decodificar o conteúdo.

Ela possibilita a segurança dos dados e garante uma comunicação com proteção de modo escalável, robusta e verificável. Sendo assim, o usuário tem, em seu poder, duas chaves (pública e privada), compostas de sequências alfanuméricas que viabilizam a criptografia e a descriptografia dos conteúdos, que são:

  • chave pública: o código é distribuído e fica disponível para todos os usuários que precisam se comunicar e utilizar o conteúdo armazenado;
  • chave privada: o código exclusivo fica de posse do destinatário da mensagem e do seu emissor. Sendo assim, o conteúdo apenas é visualizado por eles.

Chave simétrica

Nesse sentido de criptografia, há uma chave que serve para criptografar e decodificar os lados contidos na mensagem, ou seja, tanto o emissor quanto o receptor do conteúdo fazem uso da mesma chave. Trata-se do modelo mais comum.

DES (Data Encryption Standard)

É um modelo básico de criptografia, criado pela empresa IBM no ano de 1977. Essa tecnologia proporciona uma proteção básica de somente 56 bits, mas que fornece aproximadamente 72 quatrilhões de combinações disponíveis.

A decodificação é feita por meio da “força bruta”, ou seja, um software específico tem a função de ir testando todas as possibilidades de sequência até encontrar o código.

IDEA (International Data Encryption Algorithm)

Esse modelo de chave simétrica atua em blocos de informações de até 64 bits e utiliza chaves de até 128 bits. Ela embaralha várias possibilidades, de modo a cifrar o conteúdo e impedir o seu realinhamento, com o intuito de proteger as informações.

Como e em quais situações a criptografia pode ser feita?

Conheça, a seguir, algumas aplicações da tecnologia de criptografia.

Login de usuários

A criptografia durante o processo de realização do login de usuário é essencial para evitar que qualquer pessoa mal intencionada acesse dados pessoais dos clientes. Esse procedimento costuma acontecer em duas fases:

  • comunicação entre o app e o serviço que realiza o login;
  • procedimento de armazenamento das informações contidas no login.

Pagamentos online

É fundamental implementar medidas de proteção para garantir a segurança de operações financeiras, de modo que os clientes possam incluir dados de cartão de crédito e outras informações bancárias sem correr o risco de serem vítimas de fraudes e furto desses dados.

Durante esse procedimento, a criptografia valida as informações e não compromete a privacidade e segurança dos dados, reduzindo eventuais riscos.

Comunicação entre os times

O diálogo constante entre os vários departamentos da empresa aumenta a qualidade e otimiza as operações. De qualquer forma, as informações que são trocadas entre as equipes durante as reuniões podem estar permeadas de caráter confidencial, uma vez que pode envolver dados sigilosos.

Nesse sentido, é necessário recorrer às soluções de TI para implementar o sistema de criptografia, com o intuito de evitar que os arquivos e as informações compartilhados entre as equipes vazem para o conhecimento de terceiros.

É importante utilizar estratégias de segurança da informação para garantir a proteção dos arquivos. A criptografia de dados é uma excelente ferramenta que cumpre muito bem essa função e proporciona a preservação dos dados da sua empresa. O ideal é que essa tecnologia seja aplicada em todos as máquinas que são usadas na empresa, equipamentos físicos, dispositivos móveis e também a rede wireless, no intuito de reduzir a vulnerabilidade dos sistemas.

Você entendeu a importância da criptografia de dados para proteger as informações da sua empresa? Continue conhecendo mais sobre o tema para garantir a segurança dos seus arquivos. Assine a nossa newsletter e receba conteúdos diretamente na sua caixa de e-mail!

Receba nossas dicas gratuitamente em seu e-mail! Assine agora!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.