Convergência Tecnológica: o guia prático para entender e aplicar

1. Introdução

A convergência tecnológica tem sido um tema de extrema relevância para o mercado de TI, bem como para os negócios de diversos segmentos de modo geral, desde indústrias a instituições bancárias. Dentre os principais desafios para a implementação dessa nova abordagem, o alinhamento de sistemas como Big Data, Inteligência Artificial, Business Intelligence e Internet das Coisas pode preocupar muitos gestores. Mas os benefícios gerados mostram que vale a pena apostar na estratégia.

Neste guia, você vai entender o que significa esse conceito e como aplicá-lo a favor do seu empreendimento. Siga a leitura e confira!

2. O que é Convergência Tecnológica

A convergência tecnológica consiste no uso de ferramentas que permitem a reunião de inúmeras tarefas em uma única plataforma; uma solução pensada e desenvolvida para trazer agilidade e eficiência nas operações diárias das empresas.

O objetivo é que as soluções de TI, hoje peças indispensáveis para o sucesso de qualquer empreendimento, ofereçam uma estrutura flexível e automatizada para reduzir a quantidade de erros e retrabalhos em todas as operações.

Em meio a um cenário corporativo extremamente dinâmico, que exige respostas imediatas, contar com a estrutura de convergência tecnológica adequada facilita não somente as etapas produtivas, como também as tomadas de decisões.

Com ela, os gestores têm uma visão ampla e precisa sobre tudo o que se passa na companhia, ao alcance de poucos cliques.

3. Convergência tecnológica e seus benefícios

A convergência tecnológica pode gerar benefícios de diversas naturezas para o desempenho de uma empresa. Vejamos os principais deles a seguir:

3.1 Maior velocidade de inovação

A modernização da estrutura tecnológica de maneira uniforme permite uma evolução cumulativa nos processos internos e que ela esteja por dentro das tendências mais avançadas do mercado. Logo, as inovações acontecem em um ritmo mais acelerado.

3.2 Aumento da produtividade da empresa

Não restam dúvidas de que a automatização de processos torna a execução das tarefas mais rápida e precisa. Mas quando há a centralização dos dados em uma única plataforma, a produtividade da empresa é ainda maior. Isso porque o empreendimento consegue ter uma interação completa de suas soluções e todos os envolvidos têm acesso aos conteúdos necessários para as suas atividades.

3.3 Maior controle sobre os processos

Por permitir que processos de diferentes áreas sejam acompanhados em tempo real e de forma conjunta, a empresa naturalmente ganha no quesito controle, o que aumenta a sua capacidade de agir estrategicamente.

3.4 Atuação estratégica do setor de TI

A função do departamento de TI vai muito além de implementar e manter sistemas operacionais. Com a convergência tecnológica essa equipe contribui para a detecção de problemas e aponta soluções nos demais setores.

3.5 Mais segurança

Outra grande vantagem que a unificação dos sistemas internos proporciona é a segurança das informações. Nesse modelo de trabalho, além de se estabelecer uma linguagem mais uniforme, é possível restringir acessos e fazer com que os dados sejam transmitidos de maneira segura.

3.6 Uso de dados qualificados

Ao implementar a convergência tecnológica, podemos dizer que ocorre uma segmentação na coleta e análise de dados, isto é, a empresa consegue apurar aquilo que é do seu real interesse. Assim, mesmo que haja um grande volume de informações, ela consegue captar aquilo que há de mais relevante.

3.7 Melhoria da reputação corporativa

O investimento na centralização de tecnologias confere resultados positivos não apenas no ambiente interno, mas transmite uma imagem de credibilidade perante os clientes. Isso mostra que existe a preocupação em inovar e gerar as melhores experiências ao seu público.

4. Aplicando a convergência tecnológica nas organizações de TI

Ao contrário do que muitos podem imaginar, o grande obstáculo para se aplicar a convergência tecnológica no ambiente corporativo não é obter a plataforma que faça a unificação, mas sim sistematizar os processos produtivos de maneira eficiente.

Dessa forma, o primeiro passo é classificar os conteúdos que comportam essa interatividade, bem como planejar as diretrizes e padrões que deverão ser obedecidos. Ademais, contar com o auxílio de uma assistência especializada é indispensável para que a transformação seja bem-sucedida. 

5. Conclusão

Como você pode ver, a convergência tecnológica é uma peça fundamental para a sobrevivência de qualquer negócio, sobretudo um mercado cada vez mais tecnológico e competitivo. Por esse motivo, é importante que os gestores estejam bem atentos e cultivem essa abordagem o quanto antes.

Landing Page

O uso das tecnologias nos ambientes corporativos é uma realidade que vem se expandido para as mais variadas áreas do mercado e se consolidando como uma condição indispensável para o bom funcionamento de qualquer negócio. Nesse contexto, a convergência tecnológica é uma estratégia que garante excelentes oportunidades para otimização de performance.

A missão de reunir todos os processos em uma única plataforma pode se mostrar bastante complexa, mas com o apoio das ferramentas e profissionais certos, é possível obter a competitividade necessária para se posicionar entre os melhores do mercado.

Quer levar tudo isso para o seu negócio? Faça agora mesmo o download do nosso e-book sobre o assunto. No material, você vai entender:

  • o que é convergência tecnológica;
  • os principais benefícios que ela proporciona;
  • como aplicá-la na sua organização.

Receba nossas dicas gratuitamente em seu e-mail! Assine agora!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.