computador para empresas

Computador para empresas: 4 dicas para escolher a melhor opção

Quem é dono da própria empresa ou gerente muitas vezes tem dificuldades para admnistrar todas as demandas que aparecem, já que precisa atender à alta cobrança vinda de todas as partes.

Como atualmente a maior parte dos principais processos é realizada com auxílio de um computador, é importante se certificar de que tanto o hardware (parte externa, como peças e acessórios) quanto o software (sistema operacional e demais programas) funcionem da maneira mais adequada.

Por isso, é fundamental que o processo de escolha de computador para empresas aconteça da maneira mais lúcida possível, a fim de evitar que problemas aconteçam.

Para ajudar nisso, você verá neste texto quais são as melhores dicas para acertar na escolha. Quer saber como? Então, acompanhe todas as dicas que separamos para você. Confira!

1. Sistema Operacional

Um sistema operacional é o programa mais importante de um computador, pois ele permite que os usuários interajam com os dispositivos de maneira eficiente.

É ele o responsável por fazer o gerenciamento de memória, disco, processador e placa de vídeo, por exemplo. Com uma boa escolha, a empresa consegue otimizar suas atividades, uma vez que poderá ter menos problemas com gargalos e travas enquanto as tarefas são executadas.

Quais são os mais comuns?

Na hora de escolher, é necessário pensar em segurança e confiabilidade. Nesse sentido, o Windows pode ser uma boa opção. A versão atual, a 10, é considerada como uma das mais seguras. De acordo com pesquisas, é utilizado em 75% dos locais. O sistema já conta com um grande número de ferramentas de gerenciamento que podem ser utilizadas pelos profissionais de TI.

Outra opção interessante são as distribuições em Linux. Como menos vírus são projetados para esses sistemas, há menor chance de que seus arquivos sejam infectados. Além disso, pode se adaptar às várias necessidades de uma empresa. Muitos reclamam que a interface é mais complicada, mas isso se deve, em parte, ao desconhecimento dos usuários, o que tende a passar com o tempo. De acordo com a mesma pesquisa, as distribuições ocupam 6,1% do mercado.

Também há o sistema Mac, que a princípio deve ser usado nos computadores da Apple. O ponto positivo é uma integração mais completa entre software e hardware, já que os modelos são projetados para funcionar em um único sistema operacional.

Entretanto, os valores tendem a ser mais altos. De acordo com os dados de pesquisa, o Mac está presente em 9,9% dos computadores do mercado. Se você tem alguma empresa de confiança para fazer os possíveis reparos, pode ser uma boa opção. Principalmente quando a empresa trabalha com atividades relacionadas a vídeo, imagens e áudio.

2. Funções executadas

Antes de pensar em escolher modelos específicos, é necessário definir quais serão as tarefas a serem realizadas nos dispositivos. Caso somente programas simples sejam utilizados, a necessidade será, consequentemente, menor.

Por outro lado, se a empresa precisar trabalhar com programas que exigem alto poder de processamento ou gráficos, será necessário contar com processadores e placas de vídeo que atendem à necessidade.

Por isso, é importante ter um especialista que estude quais são as demandas do negócio para indicar quais componentes atenderão com maior eficiência às necessidades da organização. Em alguns casos, os vendedores de computador podem indicar quais são os aparelhos com as configurações mais interessantes para suas rotinas.

Vale lembrar, também, que o investimento deve contemplar o custo-benefício para o futuro. Não adianta economizar agora e ter que fazer novas aquisições em um espaço de tempo curto, não é mesmo? Por isso, a configuração deve ser capaz de atender aos usuários em um período considerável.

3. Garantia

Você não pode se esquecer da garantia. Ela dará a tranquilidade de que, se algum problema acontecer, a empresa estará resguardada. Nesse sentido, é necessário entender se o suporte efetuado é proativo nas demandas das empresas. É comum, em algumas marcas, encontrar casos em que a garantia é negada, gerando maior dor de cabeça para as empresas.

A qualidade também é um fator importante. De nada adianta levar o equipamento para a garantia e logo apresentar os mesmos problemas. Por isso, é necessário buscar uma equipe especializada no assunto e que consiga solucionar de vez o problema.

Falando em confiança, a empresa especializada deve fazer reposições com peças genuínas. Ou seja, um item de primeira qualidade não pode ser trocado por outro de valor mais barato. Nesse sentido, procure por aquelas empresas que sejam mais transparentes.

Da mesma maneira, é necessário entender qual o tempo médio de manutenção. Quanto mais rápido for, melhor será para a empresa, que não precisará ficar sem o equipamento por muito tempo.

4. Pesquisa

Como os computadores para a empresa são essenciais, a decisão não deve ser tomada sem a devida reflexão e pesquisa. O mercado conta com diversas empresas que podem fornecer os dispositivos. Por isso, é interessante ver quais delas fornecem os melhores benefícios e valores.

Caso contrário, talvez você acabe comprando menos por mais, o que não é útil do ponto de vista financeiro nem técnico.

Ao fazer suas pesquisas, talvez você imagine que montar um computador seja mais interessante que comprar pronto. De fato, muitas vezes, a empresa acaba fazendo maior economia, já que as peças separadas tendem a ser mais baratas.

Assim, pode-se optar por itens que tenham maior durabilidade e eficiência. Dessa maneira, menos manutenções serão necessárias e a empresa conseguirá ver reduções até mesmo no custo energético.

Lembre-se de que o custo não é o único fator a ser considerado. Escolher produtos de qualidade duvidosa pode ser mais barato no momento, mas trazer gastos extras no futuro. Por isso, duvide de promoções ou configurações que estejam muito abaixo do preço de mercado.

Agora que você sabe o que considerar ao escolher um computador para empresas, é hora de planejar com detalhes sua pesquisa, indicando quais fornecedores entregam mais benefícios e são mais interessantes para seus objetivos.

Quais são as experiências que você já teve ao comprar computadores? Comente agora e conte um pouco para a gente. Estamos ansiosos para escutar você!

Powered by Rock Convert

Receba nossas dicas gratuitamente em seu e-mail! Assine agora!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.